quarta-feira, junho 07, 2006
O Mal Está De Volta
Dia 6 de Junho de 2006, volta a moda e a praga do verão – OS INCÊNDIOS.
Pois é, algo que particularmente me incomoda como é que alguém pode colocar algo tão importante, tão belo e tão rico a arder por puro prazer, por simples diversão, por interesses insignificantes? Eu não consigo perceber…lamento incêndios causados por motivos naturais, mas agora fogo posto não consigo de facto perceber.
Será que estes senhores já pararam para pensar que não vivem só no mundo? Será que já pararam para pensar que naquele monte de árvores e ar puro existem outros habitantes deste mundo? Sim, são animais, não falam, não têm direito de voto mas são por direito habitantes deste mundo e lá têm a sua casa, a sua vida e apesar de serem apenas” animais” diferentes têm o mesmo direito a ter o seu habitat preservado e nos como “animais” com capacidade para pensar nas coisas devemos preservar esse habitat porque tal como eles dependemos também em muito dele.
A vida não é só carros, não é só roupas nem telemóveis. A vida é também a natureza…é talvez a coisa mais importante que temos e não a estamos a dar o devido valor.
Alguém se imagina a não ter uma boa sombrinha no verão? Pois eu não, como adoro estar com amigos no meio da natureza, a acampar, nas lagoas com todo o ar puro e “cheiro” do mato ao redor… da mistura de aromas das plantas, do cheiro da terra…. Como é bom ao final de uma tarde quente estar sentado a ver um rio encostado a uma árvore….enfim, não compreendo como alguém ignora estas sensações únicas e prefere um amontoado de cinza e cheiro a queimado em dias abafados e de enorme calor.
Entristece-me saber que de novo o nosso pais arde como se nada fosse, como se isso não importasse…Se as pessoas parassem para pensar veriam que o nosso pais é tão lindo, mas tão lindo e tudo graças às paisagens pintadas de verde e cobertas por florestas com toda a sua natureza bruta e que quer continuar a viver embelezando os olhares de quem a observa…mas para isso precisam de a deixar….
Todos os anos ficamos mais pobres, não é só os impostos, inflação ou tudo que tenha a primeira atenção de um simples jornal, mas a perda constante, a devastação da nossa imensa floresta traduz-se num incalculável prejuízo.
Parece que este ano vamos assistir impotentes e com tristeza à destruição de algo tão belo que possuímos no nosso pais por causa de pessoas imorais, que parecem mais bichos de uma historia de terror que sem amor ou inteligência fazem actos desumanos.
Espero e desejo profundamente que estes “bichos” sejam sempre, mas sempre apanhados e condenados no máximo do possível. Pois gente desta o “povo” dispensa e não dá nenhum valor.


Eu adoro a natureza e sem ela minha vida jamais teria graça…


 
posted by João Filipe Ferreira at 2:06 da manhã | Permalink |


3 Comments:


  • At 8:55 da manhã, Anonymous Miguel Leite

    Subscrevo totalmente o teu comentário! Sou um assíduo praticante de desportos ao Ar-Livre, entre outras actividades, e realmente é muito triste passar por locais outrora lindos e verdejantes, e agora negros e tristes!
    Mas mais triste me deixa ler notícias em que um incendiário foi apanhado, e libertado logo de seguida. Com uma (in)justiça assim, este país, e seus habitantes, nunca mais terão respeito por nada ou por ninguém!
    É uma tristeza!

     
  • At 10:14 da tarde, Anonymous jade

    Infelizmente ainda são poucas as pessoas a dar às riquezas naturais o verdadeiro valor que elas merecem. Talvez um dia, qd se der o verdadeiro valor, seja tarde demais... :(

     
  • At 1:14 da manhã, Anonymous xónia (mana) :p

    baaah! nem vou comentar... :\ só a beira d minha casa (no fim do mundo, na maia...) já foram dois este ano! e o verão ainda nem começou...
    n tarda nada andamos todos com garrafas d oxigénio atras q nao ha ar pa respirarmos.. :\
    enfim... :s

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>