sexta-feira, setembro 29, 2006
Sonhos Lindos…e até amanhã…
Trimmmm!!!
O relógio acaba de me informar,
O soninho vem de avião e quer nos teus olhos aterrar,
Já lavas-te os dentinhos???
Não?
Então toca a lavar
Está na hora de nanar…

A tua caminha já está farta de esperar,
E não vê a hora de te ver deitar….
Sabes porquê?
Porque contigo ela quer sonhar,
Levar-te a imaginar
Um lindo mundo de fantasia
Onde possas sorrir, brincar
Ser rei no mundo da alegria.

Então já queres ir deitar?
Ou queres isto tudo desperdiçar?

Vá…toca lá a deitar…

O sol para ti vai sorrir de manhã.
E colorir todo o teu lindo dia
E quando a noite chegar
O brilho da lua estará lá no ar
Sempre a brilhar
E sempre para te acompanhar

Os teus olhinhos acabam de fechar
E brevemente estarás a entrar
Num lindo mundo que só tu consegues imaginar

Eu deixo-te a sonhar
E vou aproveitar para também me deitar….

Um beijinho acabei de te dar

Boa noite… e até amanhã…


Ps: Hoje senti-me nostalgico e lembrei-me de uma música que sempre ouvia na televisão quando era pequenino...então...resolvi escrever algo do mesmo genero.e saíu isto..sei que não está lá muito bonito..mas à pressa foi no que deu.
A música que ouvia era a do Vitinho.
São os meus votos de Boa noite para o melhor da vida ( as crianças) e para as pessoas crescidas que continuam a ter uma criança dentro de si...
Já agora...fica um poema/música para a minha sobrinha LINDA :)
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:58 da manhã | Permalink | 6 comments
quinta-feira, setembro 28, 2006
Sabes, sabes?










Sabes onde é que estão os amigos fixes, mas mesmo mesmo fixes...mesmo mesmo... eh pá, fixes?

Aqueles amigos que tu olhas para eles e dizes "eh pá, estes amigos são mesmo fixes!"


Sabes onde é que eles estão, esses amigos tão fixes que até chateiam porque são tão fixes, os marotos?

Sabes onde é que eles estão, sabes, SABES?


(sei, estão a ler este post)

 
posted by João Filipe Ferreira at 11:11 da tarde | Permalink | 7 comments
Rasto de Desilusão
Hoje não sei o que escrever
Nada consigo pensar
Só tenho consciência que estou a viver
Porque me sinto a respirar.

Um mundo de confusão
Paira sobre os meus pensamentos
Deixando em mim rastos de desilusão
E um vazio em sentimentos.

Não encontro sequer uma solução
Para o que estou a sentir,
A dor devora-me como um tufão
Que por onde passa mostra prazer em destruir.

Não consigo ver o colorido do dia
Nem o aroma que se expande no ar
E quem bem que isso me fazia,
E como eu iria adorar.
 
posted by João Filipe Ferreira at 4:00 da tarde | Permalink | 3 comments
quarta-feira, setembro 27, 2006
Dias que Correm
Pergunto qual será a razão
Para somente haver sofrimento
Pessoas a chorarem cheias de razão
Por alguém lhes ter tornado a vida um tormento.

A revolta paira no ar
Como o ar que respiramos
Capaz de nos sufocar
Quando menos esperamos.

Miséria que cresce a cada dia
Sinal dos novos tempos
Em que todos devoram rasgos de alegria
Partilhando com sonhos de belos momentos.

Mundo que ruma sem direcção
Pulando decisivamente para o abismo
Em que já não se deslumbra uma solução
E onde tudo cai como o abalo de um forte sismo.

Que pena algo maravilhoso estar tão mal
Decadente e somente em sofrimento
Só tristeza e desilusão, como nunca se viram igual
E onde um sorriso aparece apenas num raro momento.
 
posted by João Filipe Ferreira at 7:22 da tarde | Permalink | 2 comments
Ser Poeta
Ser poeta
É ser mágico
É ver mais alto
É tornar realidade um sonho
É saber dar vida às letras
Deixando-as falar ao ritmo da imaginação.
Ser poeta
É ser livre
É ser único
É ser verdadeiro
É saber voar ao ritmo de uma ilusão.
Ser poeta
É ser tudo sem ser nada
É dar alma às palavras
É sentir a vida de todas as formas
É ver o mundo em todo o seu esplendor
Ser poeta
É ser algo difícil de descrever
É algo que está em cada um
É saber interpretar as vibrações
Que partem sempre do seu mundo e do seu coração.
Ser poeta
É ser infinitamente difícil de definir.
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:42 da manhã | Permalink | 4 comments
terça-feira, setembro 26, 2006
Questão Que Deixo No Ar
Pronto....deixo um post pequenino então.......
apenas uma questão.....que deixo para quem quiser responder.....se souber ...claro:

Se os sonhos comandam a vida, porque é que a maioria das pessoas têm uma vida de pesadelo?

see you in the pit...
 
posted by João Filipe Ferreira at 10:22 da tarde | Permalink | 5 comments
Blog Premiado

Hoje não ia postar nada aqui , no entanto recebi noticia de que o meu "Blog" foi premiado com um destaque de 7 dias no site http://www.blogueiros.com/ . Como tal achei importante dar esta noticia..ehehe ganhei um oscar por isso... o selo encontra-se por baixo do rato que faz que estuda .... ..


Um abraço
João Filipe Ferreira
 
posted by João Filipe Ferreira at 10:11 da tarde | Permalink | 3 comments
segunda-feira, setembro 25, 2006
Nuno Markl Vandalizado
Pois é afinal, mais um post.....
Vandalizei o nuno markl..ahah está no ar um passatempo em que consiste vandalizar o novo mupi da delta cafe..onde aparece o nuno markl...o melhor ganha uma maquina de café(segundo ele) lol....

eu não sei fazer montagens..inventei apenas umas coisas e enviei...lol a minha vandalização encontra-se publicada no blog dele criado para este efeito.

podem ver em http://vandalismosdelta.blogspot.com/2006/09/joo-filipe.html

em http://vandalismosdelta.blogspot.com/ podem ver as restantes vandalizações até ao momento. lol

De realçar que só fiz isto na brincadeira e apenas para participar lol tinha ideias boas, mas não sei mesmo fazer nada em montagens ..ehehehe
A minha preferida é a do Noddy Markl ..demais mm
....(antes)........................................... ..(Depois).....

bye até próximo post
 
posted by João Filipe Ferreira at 11:21 da tarde | Permalink | 0 comments
Desejos Especiais
Ontem quis saber fazer pão
Ter a capacidade de muito produzir
Para atenuar a fome de mais uma pobre nação.

Hoje acordei com vontade de ser pintor
De pegar nas cores do arco-íris
E colorir este mundo sofredor.

Amanhã desejarei saber curar feridas
Sem dor, sem sofrimento
Pois para isso já basta recordações sofridas.

Que pena nem todos pensarem assim
Não mostrarem um pouco de vontade
Em darem a toda esta tristeza um fim.
 
posted by João Filipe Ferreira at 11:12 da tarde | Permalink | 6 comments
domingo, setembro 24, 2006
Ausência de alegria
A alegria tirou ferias
Para um sitio muito longe
Onde é difícil a encontrar
E muito mais ter noticias dela.

Partiu sem dizer se vai voltar
Fartou-se de não conseguir ser útil
E de sempre ser posta de lado,
Sem nunca poder mostrar o seu valor.

Quis partir para uma nova vida
Onde pudesse mostrar a sua valentia
Sem receio e sem medo
Coisa que aqui não conseguia demonstrar.

Hoje, o rosto sente saudades dela
Vive na solidão pela sua ausência.
O coração, esse bate na esperança
De ver de novo a chama que o faz vibrar…

Não sei para onde a alegria foi,
Apenas sei que este corpo necessita dela.
Sei que ela voltará de novo
E nunca mais terá vontade em partir.
 
posted by João Filipe Ferreira at 1:17 da manhã | Permalink | 1 comments
sábado, setembro 23, 2006
Jardim da Fantasia
Sentei-me numa pedrinha
Em frente a um jardim todo florido
Rodeado de arvores
E onde tudo fosse permitido sonhar…
Fechei os meus olhos e deixei-me relaxar
A brisa do vento tocava-me levemente no rosto
E com ela deixei-me levar.
A minha mente apagava-se da realidade comum
E suavemente levitava ao ritmo do vento.
Ao mesmo tempo sentia o aroma da alegria
Com que as flores deliciosamente insistiam em me presentear
E com esse aroma senti-me a rejuvenescer,
As árvores ao fundo abanavam lentamente
Como se dançassem ao som dos pássaros….
E diante delas consegui todos os males despejar,
Reparei que as palavras se espalhavam pelo ar
Sempre que as árvores abanavam, distanciando-se de mim.
Senti-me leve, livre da prisão em que vivia,
Consegui saborear o que me envolvia,
Como já não me lembrava de o fazer…
Foi então que abri os olhos…
E já com eles abertos vi a beleza que tinha sentido…

Mesmo sabendo que diante deste cenário
Um mundo difícil fazia questão de me esperar…
No entanto percebi que depois deste momento
Tudo o que diante de mim aparecer
Terá que me enfrentar.
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:38 da manhã | Permalink | 3 comments
sexta-feira, setembro 22, 2006
Caminho de Esperança
Caminho sobre a noite
Guiado pela luz das estrelas
Procuro o caminho certo
Que me retire toda esta vida de desilusão.
Num saco às costas levo
Uma centena de sonhos
Criados com a magia da ilusão
Da alegria, e da imaginação.
A companhia de anjos
Que me façam ver a luz perante a cor das trevas
Protegendo-me de qualquer maldição.

Será que encontro o caminho certo?

A noite calmamente
Me sossega o espírito
Relaxando e abrindo-o para um novo ar
Arranjando-lhe força para viver
E de livremente sonhar.
O coração saudavelmente bate
Em sinal de harmonia com essa nova esperança
Com garra de voltar a se expressar
De amar e principalmente de lutar.
Mas….
Apesar de tudo isto…

Será que encontro o caminho certo?

Vou lutando comigo mesmo
Nesta caminhada longa que tenho que percorrer,
Contrariando as fraquezas e indefinições
Que lentamente se apoderaram de mim…
Vou sentindo um novo tónico de esperança
Subindo pelo meu corpo
Empurrando-me para a frente
Indicando o futuro como direcção.
Mas…
Apesar de me sentir diferente…

Será que encontro o caminho certo?
 
posted by João Filipe Ferreira at 4:01 da tarde | Permalink | 3 comments
quinta-feira, setembro 21, 2006
Pensamento
Amor o que é?
Não consigo entender
Se por um lado é sinal de ilusão
Por outro lado é indicador de desilusão
É sinal de união
E em excesso por vezes resulta em separação.
Amor é visto como um conto de fadas
Mas muitas vezes se traduz num pesadelo horrível
Amor é encher o coração de alegria
Mas também encher o coração de mágoa e sofrimento.
Se amor é encontrar a alma gémea
Pode ser também o sofrimento de nunca a alma gémea encontrar.
Amor é a ligação entre pessoas
Mas quantas vezes esse amor se traduz no seu afastamento?
Amor é ter um dia colorido e feliz
Mas amor é também passar por dias cinzentos e infelizes.
Afinal o que é o amor?

Para mim é uma desilusão não ter amor
 
posted by João Filipe Ferreira at 2:48 da tarde | Permalink | 3 comments
De volta à vida
Abro a janela do meu quarto
Para respirar um novo ar
Acordei em sobressalto
E a precisar de uma nova vida alcançar.

Sinto o cheiro do dia a entrar pelo meu corpo
A me mostrar que continuo vivo
E a me dizer que tudo foi somente um desgosto
E que sempre posso contar com a natureza como abrigo…

A luz do dia sorri para mim
Faz-me sonhar, até mesmo acreditar
Que sou capaz de caminhar por um imenso jardim,
E que na brisa do vento posso voar.

Uma nova vibração senti na alma
E como esta esperança foi tão bem recebida,
Senti como alguém a me dizer de uma forma calma
Bem-vindo de novo à vida.
 
posted by João Filipe Ferreira at 1:55 da manhã | Permalink | 2 comments
quarta-feira, setembro 20, 2006
Noite de Sonho

Vejo a noite cair na imensidão
E as estrelas a saltarem para o seu lugar
A luz a colorir a escuridão
Reflectindo em mim somente a luz do luar.
Faz-me pensar
Abrir o meu coração e confessar
Mas porque só hoje reparo neste brilhar?
Será que é verdade ou estou a sonhar?

Noite fantástica que estou a viver
Onde é belo tudo o que estou a ver,
Nunca tinha presenciado nada assim,
E como era bom este momento nunca ter um fim.

Amanha tudo isto quero voltar a assistir
E em toda esta beleza quero-me deixar levar
De certeza que tudo isto de novo irei sentir
De uma forma que me voltará a fazer sonhar.
 
posted by João Filipe Ferreira at 11:29 da tarde | Permalink | 4 comments
Green Day & U2
Pois é ..tinha que colocar este post... o mundo precisa de saber que os Green Day e os U2 estão em estudio. Estão a gravar uma versão da musica dos Punk Rockers The Skids- The Saints Are Coming.
A música é em favor das vitimas do katrina....
Só mesmo duas bandas deste calibre para fazerem alto tão maravilhoso...

Have a nice Green Day.....
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:36 da manhã | Permalink | 1 comments
terça-feira, setembro 19, 2006
Reflexão
Sonhos que sonhei
Pensamentos que pensei
E que para trás tudo deixei.
E que para sempre recordarei.

Novos sonhos sonharei
Bem como novos pensamentos pensarei
Que pela vida frente terei
Iguais aos que sempre desejei.

Lindos dias vivi
Misturados com sentimentos que senti
Muitas vezes neles sorri
E ainda hoje não os esqueci.

Novos dias viverei
Bem como novos sentimentos sentirei
Certamente neles sorrirei
E depois nunca os esquecerei…

Muitos momentos vivi
E muitos momentos viverei.
 
posted by João Filipe Ferreira at 4:33 da tarde | Permalink | 7 comments
segunda-feira, setembro 18, 2006
Difícil de Imaginar
Pois é, como eu dizia levei uma "coça" na final do 2º concurso de poesia =)
No entanto fica o prémio de ter chegado à final.... volto a colocar no meu Blog o poema com o qual concorri ao concurso! Os poemas vencedores podem ser vistos em http://segundoconcursodepoesiasepoemasdeblogueiros.zip.net/



Difícil de Imaginar

Se fechasse os meus olhos
Não te conseguiria imaginar…
Não saberia sequer me aproximar de ti
Apenas poderia tentar.

Imaginava-te como uma recordação
Não por ser passado
Mas sim por ser algo único
E que nos deixa saudade...

Poderia te colocar a sorrir como as estrelas
Poderia te por a falar como o melhor som musical
Poderia te dar a beleza da lua ou do melhor local da terra
No entanto iria me sentir injusto no final
Nada destas maravilhosas coisas traduziriam a tua simples beleza

Beleza única e especial
Que só a tua magia e o teu ser
Se tornam infinitamente difíceis de igualar
Como vês sempre posso tentar…
Como vês sempre posso conjugar as coisas
…. Mas como vês nunca te conseguiria imaginar….
 
posted by João Filipe Ferreira at 1:30 da tarde | Permalink | 5 comments
domingo, setembro 17, 2006
Épico - Cidade dos Condenados
Cidade dos Condenados – Parte I

Rosto caído e olhar sombrio
Percorrendo as ruas da cidade dos condenados
Onde tudo é desconhecido
E onde a cruel realidade é visível a todo o instante.
Visão de terror misturado com titulados de horror
Corações sofredores que escondem a sua dor
Onde a revolta e raiva são sentimentos dominadores
Que não permitem a existência de outros sabores…

Cidade dos condenados
Onde impera a lei da bala e do ódio
Em que os incêndios são o prazer do povo
E onde não há futuro…apenas a visão do demónio.

Não quero ver mais a cidade dos condenados
Não a quero para mim….
Tirem-me daqui…


Sonhos destruídos – Parte II

Sonhos destruídos
Lembrados ao som de um novo disparo
Que friamente parou o bater de um coração,
Roubando a esperança de um novo despertar
De uma nova ilusão, de um novo viver, de uma nova emoção.

Sentimento de maldade sobe pelo corpo
Sinal de indignação e de desconforto
Porque não acredito em mim?
E porque me deixei levar pelo lado negro da razão?
O sol já deixou de me brilhar
A noite toma conta de mim, escondendo-me o porquê de me ter deixado levar
Mostra-me a inutilidade humana perdida ao ritmo do vento
E que me faz acreditar que viver é somente um momento.

Sonhos de esperança quero voltar a sentir
Quero me libertar da confusão que me prende
E que me passa a vida constantemente a mentir….

Sentimentos desconhecidos – Parte III

Sentimentos desconhecidos permanecem em mim
Vitoriosos da conquista de toda a minha composição
Dominadores dos meus sinais vitais
De uma forma que não parece ter fim.
Já não quero saber, já nem sei se estou a sofrer
Ou naturalmente a deixar-me morrer
Sonhos já não fazem parte de mim
Álcool e drogas vão alimentando o bater do meu coração
Enquanto espero pelas ultimas horas num canto desta cidade.
Sentimentos, dos quais não me liberto… que desespero
Que me fazem tremer, sentir a tristeza e miséria à minha volta
Como imagem distorcida da vontade do meu coração.

Será isto tudo apenas uma ilusão?
Infelizmente é apenas uma vida de desilusão….


Bomba de Esperança – Parte IV

Bomba de esperança explode na minha cabeça
Nem tudo pode estar traçado para um fim igual a este
A cidade condenada pode se libertar da escuridão que a prende
E os rostos podem voltar a ver a imagem curada deste reino do mal
Haverá força, motivação para quem sempre teve sofrimento como noção?
Já ninguém conhece o seu rosto, já ninguém sabe o seu nome
Já ninguém consegue ver a passagem da luz, em algo tão sombrio.
Porque não tentar?
Porque acabar assim sem lutar mesmo que isso indique o fim?
Porque não ter no meio de toda esta desilusão um rastilho de esperança?

Será que a cidade dos condenados se consegue salvar com uma Bomba de Esperança?
Eu acredito que sim.
 
posted by João Filipe Ferreira at 9:14 da tarde | Permalink | 3 comments
Chuva de Lágrimas
Chuva de lágrimas
Cai pelo meu rosto
Sinal de muitas mágoas
Indicador de mais um desgosto


Gota a gota vou-me denunciando
Deixando tudo ao descoberto
Enquanto o meu coração vai gritando
De que a decisão foi um acto correcto.


Sonhos que se tornaram desilusão
Mostrando o lado triste da realidade
Mostrando-me o final da ilusão
A qual encaro com bastante dificuldade.

Lágrimas que caem sem parar
Sem ordem, sem sentido
Capazes de me mostrar
O quanto difícil é o meu destino.

De certeza que a chuva de lágrimas vai passar
Apesar de hoje continuarem a cair,
O sorriso ao meu rosto vai regressar
E este sentimento de mim há-de sair.

 
posted by João Filipe Ferreira at 6:02 da manhã | Permalink | 6 comments
sábado, setembro 16, 2006
Quase a Desesperar
Finjo não saber
O que conquista o meu corpo
A poção que invade o meu ser
Como a vibração de um sopro.

Algo que não me deixa ver
Que me faz perder movimentos
Capaz de em todo o sítio me fazer tremer
Como uma complexidade de sentimentos.

Um novo ar quero respirar
Para de tudo isto acordar
Está tudo tão difícil de superar
Só me sinto a sufocar.

Só preciso de um calmante
Algo que me dê a calma,
Que me tire este sabor desesperante
E que me liberte a alma.
 
posted by João Filipe Ferreira at 3:44 da tarde | Permalink | 1 comments
Endoscopia
Sabado, dia que não comecou muito bem para mim....uma endoscopia estava à minha espera...muitos nervos e ansiedade..e uma vontade louca de fugir po Afeganistão...no entanto pensei....Se for para lá vou encontrar guerra e vou estar perto do Bin Laden e como não gosto de guerra nem desse senhor, preferi encarar o "medo" de frente e lá fui....
E fiz a tal endoscopia...não me custou nada e não tive dor...só mesmo a impressão de ter algo fora do normal a entrar pela minha garganta....também fui a um sitio onde fazem este exame como ninguém, onde as pessoas são atenciosas e onde nos ajudam imenso..por isso se alguem um dia tiver que fazer uma endoscopia..me pergunte onde fiz que terei muito prazer em dizer...
Foi um exame rápido e que me deixou contente pela resposta...tenho apenas uma pequena inflamação e ....azia....(sim, o mesmo problema que tinha o Jorge Coroado).. no entanto vou ter que aguardar pela Biópsia..mas penso que não terá nada de grave(assim espero claro).
Agora mais aliviado...sinto-me um pouquinho melhor....e já me preparo para ir ao final do dia até Ponte de Lima...fui convidado para ir com meus pais e mais pessoas lá..... Ofereceram comida e bom vinho ...(àgua para mim, porque não bebo alcool) e como tal é um compromisso que tenho que marcar presença...
Quem quiser que apareca por lá..pelo menos dá para divertir e distrair um pouco..e que bem preciso eu.....
também hoje me disseram que preciso de uma nova namorada....pois é... se alguma menina estiver interessa, por favor preencha os requisitos à entrada do blog e coloque na tombola..... =)
Bom fim de semana......e façam o favor de sorrir.....
inté nest post...
João Filipe Ferreira
 
posted by João Filipe Ferreira at 1:35 da tarde | Permalink | 5 comments
Lugar Encantado
Lugar encantado
Onde repouso o meu corpo dormente
Relaxando ao som do vento
E da harmonia da natureza.
O cansaço tomou conta de mim
Apoderando-se do comando das minhas emoções
Não consigo caminhar
Nem mesmo sentir o que se passa comigo,
Apenas tenho atenção ao bater do coração.
------------------------------------------------------------------------------------------------
Lugar companheiro de desilusões
Com quem partilho as minhas historias
Conquistas que tive e derrotas que sofri.
Sei que não escuto qualquer palavra
Sei que não recebo qualquer abraço
No entanto sei que a sua calma
Me contempla com o sossego que preciso para me levantar.
Lugar sagrado no meu coração
Que procuro seja qual for o momento
O meu aconchego dos perigos da vida
E que sempre está pronto a me receber
Com a sua suavidade que acalma a minha dor…
------------------------------------------------------------------------------------------------
Lugar de sonho
Que sabe que por mim pode esperar…
Não sei quando lá volto…
Mas sei que muitas histórias terei para lhe contar…
 
posted by João Filipe Ferreira at 10:06 da manhã | Permalink | 4 comments
sexta-feira, setembro 15, 2006
Um Novo Despertar
Quero despertar
Sentimentos perdidos em mim
Um novo acordar
Para algo que nunca tenha um fim.
Um sorriso quero mostrar
Escondendo fraquezas
Que me conseguem abalar
Fazendo surgir certezas
Nas coisas boas que quero recuperar.

Quero despertar
Para uma nova vida de situações
Algo que me faça vibrar
Com o excesso de emoções
Um novo olhar quero mostrar
E observar tudo o que me envolve
Escondendo o que me impossibilitava de sonhar
Bem como a tristeza que me absorve.

Quero despertar
Para um novo sentimento
Capaz de me fazer acreditar
Que tudo é mais que um momento
Uma nova alma quero mostrar
Indicando os novos ares que conquisto
A mudança que pretendo alcançar
Como algo nunca visto.

Quero despertar
Para um novo mundo que há-de vir,
Em que nele possa sorrir, viver e sonhar
E mesmo que possa demorar, tudo isto irei sentir.
 
posted by João Filipe Ferreira at 10:20 da tarde | Permalink | 7 comments
quinta-feira, setembro 14, 2006
Break-out
hoje nada de novo me aconteceu...a angustia de fazer endoscopia no sabado cresce cada hora mais....quero ficar bom..tou com tantos projectos......mas até lá.... =(
não tenho andado mesmo ns meus dias....resolvi deixar os dedos carregarem nas teclas do pc a ver o que saía..e saíu um texto que colocarei logo (ou amanhã)..nada demais..pa ser sincero deve estar uma porcaria..mas foi o que me saiu no momento.

hoje soube também que passei à final do concurso de poemas para blogueiros... não sei como, mas o meu poema aparece nos seleccionados para a final..quem diria....deve ter passado sem ninguém ver =)
mas agora vou levar uma coça....são todos mais bonitos que o meu... =) ..enfim..segunda feira já sei o massacre que vai ser....
Podem ver os participantes e os poemas que passaram clicando no selo que se encontra do lado esquerdo do meu blog... está por baixo do rato que faz que estuda lol...
Aproveito também para dizer que troquei a música do meu blog. Agora é Jesus of Suburbia - Green Day. É simplesmente maravilhosa esta musica e cheia de sentimento..quem quiser ouvir é favor clicar em play na barrinha que se encontra por cima do guestbook.
Continuo a colocar textos nos sites do costume... www.recantodasletras.com.br , www.usinadaspalavras.com e www.poetasmortos,com,br bem como na minha pagina web. (encontram-se divuldados no blog os links)

até lá as horas continuam a passar...com a angustia a aumentar....
façam o favor de sorrir
inté next post....
 
posted by João Filipe Ferreira at 11:11 da tarde | Permalink | 0 comments
Mensagem Perdida
Mensagem perdida
Que nunca cheguei a dizer
Palavras esquecidas
Que se acabaram por perder

Amontoado de ilusões
Que partem sem destino
Agarradas a recordações
E que agora não fazem sentido.

Letras apagadas pelo tempo
Gravadas apenas no coração
Sinonimo de sentimento
De uma grande emoção.

Pedaço de alma
Que o vento soube roubar
Ficando apenas uma calma
E uma sensação de vazio a alimentar.

Vida que para trás ficou
E que me custou ver partir,
No entanto algo mudou
E uma nova mensagem há-de vir.
 
posted by João Filipe Ferreira at 5:29 da tarde | Permalink | 7 comments
quarta-feira, setembro 13, 2006
Chuva de Estrelas
Chuva de estrelas cai sobre mim
Espalhando brilho por onde passo
Iluminando a noite de esperança
Dando vida àquilo que parecia já ter um fim

Mundo de confusão
Habita na minha cabeça
Espalhando em tudo o que vejo
Uma cor forte de desilusão.

Incertezas conquistadas
Vividas com gritos em silêncio
De trilhos mal percebidos
Ou encontro de portas fechadas.

Chuva de ilusão
Que dá tons garridos na natureza
Sinal de novos ventos
Indicando um novo caminho como direcção.

Presente de luz contagiante
Que irradia todas as minhas vibrações
Sinal de uma nova esperança
que cresce em mim de forma alucinante.
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:36 da manhã | Permalink | 5 comments
segunda-feira, setembro 11, 2006
11 de Setembro de 2001
A poeira já poisou
Sem conseguir esconder o que se passou
Afinal nada mudou
A dor para sempre ficou.

Memórias sofríveis
De momentos inesquecíveis
De imagens terríveis
E de vozes tristemente audíveis.

O sofrimento vindo do ar
De onde ninguém queria acreditar
No entanto ele continuava a chegar
Derramando lágrimas em cada olhar.

As horas iam passando
E todos os sentimentos de raiva e ódio aumentando
Vendo milhares de rostos de desespero gritando
Enquanto outros a sua vida iam terminando.

Hoje cada um de nós revê essa dor
Tendo no seu coração um sentimento sofredor
A chacina de inocentes no seu esplendor
Onde jamais se viu num filme de terror.

Mas porquê que isto tinha que acontecer?
Valeu a pena por o mundo a sofrer,
Assistindo à força da palavra morrer?
Foi apenas isto que nos permitiram ver
------------------------------------------------------------
Ps: Foi uma homenagem que fiz a esse trágico dia e a todas as pessoas que a partir desse dia deixaram de estar presentes entre nós...Nunca vos esqueceremos....
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:15 da tarde | Permalink | 7 comments
Realidade de Sonho
Consigo te ver nos meus sonhos
Sem nunca estares diante de mim
Consigo sentir o teu toque
Sem nunca conhecer o sabor de um abraço teu
Consigo levitar ao som da tua voz
Sem nunca falares para mim….
Consigo me deslumbrar com o teu olhar
Sem conhecer a cor dos teus olhos.

Sei que caminhas pelos meus sonhos
Ao ritmo da minha imaginação
Não sinto a tua presença de forma real
Apenas a companhia no pensamento.

Não deixo a ilusão tomar conta de mim
Vejo a realidade como o meu presente
Onde nele tudo tem que se tornar sonho
E onde o meu sonho nele se torna realidade.

Quero sentir a vida da melhor forma
Adicionando cada dia pedacinhos de história
Onde mais tarde os possa recordar
Como momentos inesquecíveis no filme da minha vida.

Não deixo a ilusão tomar conta de mim
Deixo apenas ela levitar sobre a minha realidade
Não deixo a imaginação moldar o meu rumo
Deixo apenas contribuir para alterar situações criativas.

Vivo a mistura pura de emoções
Onde faço a ligação do real e do imaginário
Tentando reter tudo o que me encanta
E deixar escapar o que nada me diz.

Hoje sei que não te consigo tocar
Porque apenas preenches o meu sonho
Mas sei que quando um dia te encontrar
Já não precisarei de imaginar um sorriso teu.
Poderei te tocar de forma real
Poderei sonhar de novo com a ajuda do timbre da tua voz
Poderei acreditar que tudo é um sonho
Poderei sentir a chuva de estrelas ao meu redor
Poderei ver na luz do teu olhar…

No entanto apenas posso acreditar que um dia tudo isso sentirei…
E como vai ser maravilhoso.
 
posted by João Filipe Ferreira at 11:43 da manhã | Permalink | 3 comments
domingo, setembro 10, 2006
O meu Fim de Semana
Dia de domingo e eu por casa...estou doente e como tal tenho que estar a repousar..dias dificeis..uma gastrite =( para proxima semana uma endoscopia..o que mais me pode acontecer..poxa:(
enfim...ficar por casa dá para relaxar, distrair...consultar a net e assim..mas custa um pouco. Ao menos tive a alegria de ver ontem um bom jogo de futebol. Gostei principalmente do resultado, só foi pena haver uma equipa chamada benfica que não soube honrar a modalidade..ou seja parece tudo menos uma equipa de futebol.
Por esta altura o simbolo do milhafre é este que aqui coloco..
Ai que o Fernando Santos anda aflito..e o presidente com as orelhas (grandes) vermelhas... aiaia
Por estar nesta situação não tenho feito muita coisa, nem tenho novidades....estou parado a todos os niveis...triste por mais uma vez ter algo a me impedir de sorrir..enfim..espero que novos dias venham ao meu encontro...
Os meus textos continuam colocados nos sites que se encontram aqui divulgados no Blog. Estou a colocar tb num novo site - Usina das Palavras.
informo tb os meus "leitores" ( =) ) que a grande banda (green day) está em estudio pa gravar um novo e lindo album bem como uma cover (Saints are Coming - The skids) com os U2 em homenagem às vitimas do Katrina.
Tenho também mais um adereço no meu blog, ou seja, musica..basta clicar no play por cima do guestbook e a música toca. irei colocando musicas que gosto de uma forma aleatória.
fico agora por aqui...
inté next post
façam o favor de sorrir....
 
posted by João Filipe Ferreira at 5:57 da tarde | Permalink | 4 comments
sábado, setembro 09, 2006
Esperança Num Novo Rumo

Olho não sei para onde
Capto tudo o que me chama a atenção
Reparo até em tudo o que se esconde
Do alcance da minha visão.

Vejo o dia a nascer
E a esperança em mim a aumentar
Sinal de que nada tenho a temer,
Somente tudo para alcançar.

Ao mesmo tempo sinto vontade em gritar
Em subtrair maus sentimentos em mim
Apenas deixar o meu coração sonhar
E acreditar que este momento nunca terá um fim.

Não sei se vou conseguir um novo rumo,
Caminhando nesta vida sem direcção
Apenas quero criar o meu mundo
Conhecendo todos os seus encantos com a palma da mão
 
posted by João Filipe Ferreira at 7:36 da tarde | Permalink | 3 comments
quinta-feira, setembro 07, 2006
Balanço do Pensamento
Sentado na areia
Aprecio o balançar de um barco no mar
Uma paisagem linda e nunca feia
Que tudo nos possibilita imaginar.

A olhar para ele sou livre para sonhar
Para esquecer tudo o que já passou
E até mesmo para acreditar
Que nada à minha volta mudou.

Como é majestoso o seu navegar
Na fria e respeitosa ondulação
Que apesar de difícil se consegue controlar
Tendo apenas o seu rumo como noção.

Como se diferencia do que vejo no dia a dia
Onde tudo balança sem uma direcção
Umas vezes manda a tristeza, outras a alegria
Acompanhando a esperança ou a desilusão.

Barco que continua livremente a balançar
Nas imensas aguas do mar,
Ao vê-lo aprendo a acreditar
Que com vontade tudo se consegue alcançar.
 
posted by João Filipe Ferreira at 8:46 da tarde | Permalink | 4 comments
quarta-feira, setembro 06, 2006
Avenida dos Sonhos Perdidos
Caminho sem destino
Pela avenida do sonho perdido
Em que nada do que vejo faz sentido
E em que tudo é sombrio.

Encontro almas perdidas
Que desesperam por um fim anunciado
Onde não sentem mais as suas vidas
Por nelas nunca terem singrado.

Clima de terror
Em que o pânico e o medo são uma constante
Onde nunca se ouviu a palavra amor
Nem sequer por um instante.

Quem nela vive é rei
Do fracasso e da solidão,
O porquê nem eu sei,
Talvez por não existir mais ilusão.

Sinto a tristeza que paira no ar
A conquistar o coração e a mente
Como algo que pretende controlar
O que sente esta pobre gente.

E lá vou eu caminhando
Na ânsia de uma saída encontrar
Passo a passo lá vou sonhando
A um lugar diferente chegar.
 
posted by João Filipe Ferreira at 11:25 da tarde | Permalink | 2 comments
terça-feira, setembro 05, 2006
Folha de Um Tempo Passado
Folha de papel
Que voa ao ritmo do vento
Nela leva tudo o que escrevi
Uma emoção, uma recordação, um sentimento.

Com ela parte momentos de desilusão
Que me fizeram derramar lágrimas
Leva também pedaços da minha ilusão
Que me fizeram sentir a vida com outra cor.

Cada palavra escrita,
Transcreve um pouco da minha vida
Que hoje passa a mais uma pagina de passado
Mas que foi exuberantemente vivida.

Momento de angustia
Sinto agora subindo em mim
O desconhecimento desta sensação de vazio
Parece não ter fim

Sinto vontade de absorver novamente
Algo que me faça viver
E que me possibilite riscar palavras
Marcando mais momentos para mais tarde poder ler.

Não sei se depois disto
Terei que ver a folha de novo a partir
Mas mesmo que isso aconteça
Estarei pronto para de novo voltar a repetir.
 
posted by João Filipe Ferreira at 8:07 da tarde | Permalink | 4 comments
segunda-feira, setembro 04, 2006
Meu Mundo de Sonho
Mundo de sonho
Cobre a minha vida de ilusão
Em que nada é medronho
E jamais uma desilusão

Tudo é livre
Livre para sonhar, amar
E navegar num mundo de imaginação
Onde nunca há limite para parar.

Capaz de nos fazer voar
Mostrando que tudo aquilo é real
Fazendo-nos acreditar
O quanto este mundo é fenomenal…

Vida que só existe dentro de mim
E que me faz fugir da realidade
Que me faz esquecer o que parece não ter fim
E o que não me deixará saudade.
 
posted by João Filipe Ferreira at 4:42 da tarde | Permalink | 4 comments
domingo, setembro 03, 2006
Fim de Um Sonho

Uma lágrima cai sem destino
Num rosto amargurado
Derrama dor sem aviso

Sinal de um amor terminado

O fim de um sonho vivido,
Onde a magia simplesmente acabou
Onde tudo foi demasiadamente sentido
E que agora apenas o vazio ficou.

A angústia das horas a passar
Reflectidas no palpitar do coração
Sinal da dificuldade em aceitar
A mudança para esta nova situação.

Novas lágrimas voltarão a correr
Durante momentos de recordação.
Enquanto o tempo não voltar a trazer
O colorido de uma nova ilusão.
 
posted by João Filipe Ferreira at 8:32 da tarde | Permalink | 2 comments
sábado, setembro 02, 2006
A falar p'ro Boneco
Mais um a "falar p'ro Boneco"
 
posted by João Filipe Ferreira at 4:22 da tarde | Permalink | 4 comments
sexta-feira, setembro 01, 2006
Passado, Presente e Futuro
Num papel o passado escrevi
Juntamente com as emoções que senti
Bem como todos os lugares que vi
Momentos que jamais esqueci.

Comparo com o meu presente
E vejo tudo muito diferente
Já não vejo tanta gente
Somente mais problemas na mente.

O futuro não sei o que me irá trazer
Nem sei se gostava de já o saber
Independentemente do que me possa acontecer
Só espero estar a viver.
 
posted by João Filipe Ferreira at 1:49 da manhã | Permalink | 2 comments


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>