domingo, outubro 01, 2006
Chuva que cai lá fora
Espreitando à janela
Vejo a chuva a cair lá fora
Tudo se encontra molhado de uma forma bela
O que me faz perder a vontade de ir embora.

Gota a gota cai uma esperança
A sensação de um novo despertar
Revivendo o que de bom ficou na lembrança
E o que de novo posso sonhar.

Deslumbrado com o que estou a ver
Começo a contar o número de gotas que do céu partem
No entanto elas são tantas que acabo por me perder
E resta-me observar onde elas livremente caem.

Como este momento me faz acreditar
Que o sol depois da chuva aparecerá a sorrir
Ao sabor do cheiro da terra que acabará por levantar….
E que bom que o será sentir.

Eu cá vou ficando na janela a espreitar
E a sentir a beleza a me invadir a alma
Nada melhor para me fazer sonhar
Do que esta simplicidade que me acalma.
 
posted by João Filipe Ferreira at 9:22 da tarde | Permalink |


8 Comments:


  • At 9:36 da tarde, Blogger Xónia

    Maninho! Texto nito! :) e se reparares bem, o sol vai espreitando sempre por entre as nuvens... e mesmo quando não espreita, sabemos q ele lá está!!


    e olha... imagem bonita! onde arranjaste? Lol :p
    maninhoooooooooooooooooooo :D

    *beijinho* :)

     
  • At 5:01 da tarde, Blogger Vera

    Poeminha lindo!!! Meu poetinha lindo, como escreves lindo!!!!!
    Adorei esta parte "Como este momento me faz acreditar
    Que o sol depois da chuva aparecerá a sorrir"!!!
    E vê se a levas a sério! Nada de pensamentos tristinhos, porque o teu sorriso é lindo!
    Beijo grande

     
  • At 4:56 da manhã, Blogger Anna D' Castro

    Olá João Filipe, tudo bem?
    Está se sentindo menos "sorumbático"? É outono e é normal esse estado de alma para quem é sensível e tem a poesia no coração... Parece que o mundo ao redor não entende os sentimentos...
    Ontem deixei um coment no teu Recanto das Letras... Hoje vim fazer uma visitinha por aqui, é sempre mto agradável ler teus trabalhos. Também publiquei um poema sobre a chuva no meu Flores Selvagens, só que o título é:
    'NÃO CHOVE MAIS'...
    continua escrevendo desse jeito, pois é o teu jeito sensível de escrever.
    Já conheces o Recolhendo Farpas, agora aparece lá pelo www.floreselvagens.blogspot.com
    Ficarei encantada.
    Beijokas

     
  • At 10:41 da tarde, Blogger Angela

    Assim, até sou capaz de começar a gostar da chuva!...

    Lindo poema emotivo como sempre!

    Sabe muito bem ler-te!

    Beijinhos.

     
  • At 10:50 da tarde, Blogger nudi

    este teu cantinho é muito interessante, e gosto da meneira cm passas para aqui os teus sentimentos...muito bem

    um bj
    vans
    ps:bigada por comentares o meu cantinho!sabe sempre bem

    diverte.te

     
  • At 1:46 da manhã, Blogger Quiron

    Lindo poema.

     
  • At 7:34 da tarde, Anonymous Gaybriel

    Bem...é a primeira vez que passo por aki, e venho por intermédio de uma amiga!Sinceramente gostei do k li, apesar da tristeza que evocas em cada palavra!Li o texto mais abaixo e realmente axo k precisas mesmo de abrir a janela e ver que o mundo gira lá fora!Sim eu sei, sou bom a dar conselhos, mas não os sigo, mas aos poucos também descubro que só saindo com os meus amigos, respirando ar puro lá fora, ajuda-me a esquecer a mágoa que cá dentro ainda faz das suas!Vá lá sorri... Abraço

     
  • At 9:36 da tarde, Blogger angel

    Oi João Filipe! Fiquei muito feliz com tua visita ao meu blog e agradeço as palavras elogiosas. Teu blog é lindo!
    Gostaria de escrever em prosa, mas não consigo mesmo. Virei mais vezes te visitar. Beijo.fv

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>