quinta-feira, novembro 23, 2006
Esperança
Esperança
Cresce dentro de mim
Impulsionando de novo os meus sonhos
E polvilhando as minhas ilusões
Aos poucos volto a absorver esta sensação
E a acreditar que tudo é possível
A vibração que envergonha a desilusão
É cada vez maior e já chega ao coração.

Ingrediente vital
Numa vida de luta
Marcada por sentimentos e momentos confusos
Que calmamente invadem pensamentos
E fazem o corpo cambalear de fraquezas.

Como é bom de novo sentir
Como é bom de novo ter esperança
Para de novo voltar a construir
Um mundo de sonhos libertos
Do domínio da sensação ruim que sempre ameaça.

Esperança que imagino
A cobrir todo o mundo real
Que à minha volta se vai formando
De uma forma cada vez mais desigual.
Rompendo a união da tristeza com o pessimismo
Abrindo caminho para a chegada da alegria
Que tardiamente tende a chegar…

E como bom seria…
E que bem que nos faria…
Nunca perder a esperança.
 
posted by João Filipe Ferreira at 4:46 da tarde | Permalink |


3 Comments:


  • At 10:38 da tarde, Blogger Miudaaa

    A vida só vale mesmo a pena, quando temos a nossa mão dada à esperança.

    Coragem para acreditares, todos os dias, todos os dias que a esperança está e estará a crescer dentro de ti.

    Um beijo de miudaaa... Xuakkk

     
  • At 2:18 da tarde, Anonymous Anónimo

    Que lindo poema! A esperança, de facto, faz com que tenhamos sempre forças para lutar!

    Temos que a manter sempre bem viva dentro de nós!

    Beijo grande.

     
  • At 4:03 da tarde, Blogger Vera

    Lindo poema! E tens toda a razão! Que bem que nos faria nunca perder a esperança, já que é ela quem nos faz seguir em frente mesmo quanto temos o caminho todo esburacado e há tanto nevoeiro na nossa vida que não conseguimos ver uma luz lá longe...
    Beijinhos!

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>