domingo, dezembro 31, 2006
Paz & Guerra
O sol no céu a sorrir
Os pássaros livremente a cantar,
As flores a colorirem a paisagem
E os peixes a brincarem nas águas do mar.

A calma instalada à nossa volta
Permitindo uma suave descontracção,
Enfeitiçada pelo ambiente de harmonia
Que nos enche de beleza a visão.

Até que…

Alguém resolve escurecer este dia
Com decisões que fazem sofrer,
Carregadas de ódio e revolta,
Como que indicando que chegou a hora de morrer.

Os pássaros já não conseguem voar
O sol foi tapado pelas poeiras do terror,
As flores já não conseguem colorir,
O que rodeia este povo sofredor.

Tudo em nome do mal
Alguém as tropas manda avançar,
Sem saber o que pode provocar,
Sem saber que resultado irá dar.

Escurecem assim dias de beleza
Em nome de algo sem razão de existir,
Que apenas nos fazem sonhar e ter esperança,
Em novos e lindos dias que depois da guerra hão-de vir.

 
posted by João Filipe Ferreira at 2:40 da manhã | Permalink |


1 Comments:


  • At 1:40 da tarde, Anonymous gota de chuva

    Está muito bem feito este poema, isto para dizer que gostei. :)

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>