sábado, dezembro 09, 2006
Sol Brilhante
As nuvens passaram
E consegui de novo ver o brilho do sol
Brilho esse intenso e penetrante
Que aquece o meu coração cansado
De caminhar perante a linha
De uma vida indefinida e sem segurança.

Raios que transmitem cor
Dando a possibilidade de novos rasgos de alegria
Surgirem no meio de tanta desilusão
De tanto fracasso, de tanta falta de emoção.

Calor que liberta em mim
Frias recordações de desespero,
Sombrias e húmidas sensações de desconforto
Que calmamente congelavam o meu coração
Não o deixando sentir em nenhum momento
O calor da vida.

Sol quente que me abraça
Que me transmite segurança
E que me faz sentir no coração
O calor desta enorme sensação.
 
posted by João Filipe Ferreira at 7:31 da tarde | Permalink |


5 Comments:


  • At 8:31 da tarde, Blogger Daniele

    João,

    Sensaçõs,
    Quentes,
    Calorosas,
    Inebriantes,
    Que chegam,
    Assolam,
    Afloram,
    Junto ao fogo.!

    Lindo seu poema !

    Beijos,
    Dani

     
  • At 10:41 da tarde, Anonymous Anónimo

    Lindo,gostei :)


    Vim aqui parar através do blog "Sorrisos aos molhos" e gostei,tenciono nadar por aqui mais vezes ehehe

     
  • At 1:29 da manhã, Blogger White_Fox

    Tá fixe.

     
  • At 3:15 da manhã, Blogger Xónia

    nao tenho vindo aqui, sabes q nao tenho tido tempo para nada...
    mas gostei d saber q apesar disso, continuas a escrever bem como de costume e a fazer coisas nitas como só tu sabes :)
    tá lindo o texto maninho! e eu gostei mt mesmo :)

    *beijinho*

     
  • At 5:26 da tarde, Blogger mind

    pra variar ta LINDOO!!!
    =)
    gostei mto dest!
    bjituxx!!

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>