quarta-feira, janeiro 10, 2007
Não Deixes Nunca de Viver
Deixa a luz cair em ti
E te iluminar a alma e mostrar-te de novo encanto
Ofuscando os males guardados e escondidos
Como se fossem apenas parte de um já passado.
Passado que não volta mais
Que se distancia pelos dias que passam
E pelos novos marcos,
Que a vida te acaba de presentear.

Deixa a chuva molhar-te.
Refrescar-te a alma
Deixa-a apagar a brasa quente
Que te consome o coração
Por causa de um rastilho que não se apagou no devido momento.

Deixa o ar encher-te de novos aromas
Que levemente pairam no ar
E libertar-te do ar já consumido,
Que se mistura com as poeiras passadas
Que por dificuldade não caíram por terra na altura devida.

Deixa o sorriso estampar de novo no teu rosto
Como algo que se ausentou por um tempo
Deixa a alegria invadir o teu espírito
E tomar conta do leme do teu barco.

Deixa a vida te dar vida de novo
E não desistas de esquecer
Que um dia foste capaz de te lembrar
Que não querias viver.

Ps: Volto a colocar um post com este poema que escrevi há já algum tempo..já o tinha postado quando vivia numa relote chamada wordpress.com. (podem ir ver o interior da minha caravana wordpress em links)
E porque resolvi postar?
Bem tenho andado mesmo ocupado..e vendo as noticias diariamente reparo que de um momento para o outro surgem mortes por causa de Anorexia, por causa de cansaço psicologico, etc etc.. como tal este poema surge como que uma Bomba de esperança para quem por situações dificeis está a passar!!!
qnd voltar com mais tempo passo pelo vosso cantinho...e ....quero uns aperitivos e assim para quando eu lá estiver!!!Tratem de ir às compras =)
seey you...
=)
 
posted by João Filipe Ferreira at 12:53 da tarde | Permalink |


12 Comments:


  • At 2:55 da tarde, Anonymous Sarita

    Infelizmente mais uma morte no Brasil....ai esta juventude :((!

    Quanto ao poema...que dizer?
    LINDO LINDO LINDO....ainda dizes tu que não escreves nada de jeito....tenguito!Adoro ler-te!

    Beijinho gande gande gande

     
  • At 3:50 da tarde, Blogger Bela

    Este poema é de facto uma bomba de esperança! Tudo passa,tudo muda...:)
    Abracinho

     
  • At 4:05 da tarde, Anonymous Anónimo

    Lindo, lindo o teu poema! Já o tinha lindo e foi bom relê-lo.
    E é de facto oportuno...

    Beijinhos!

     
  • At 5:29 da tarde, Anonymous Anónimo

    =) mto lindo!
    ekto ha pessoas k morrem pk n tem o k komer, ha outras k morrem pk n "kerem" komer, lol
    bjitux!
    mymind

     
  • At 7:21 da tarde, Anonymous Vânia Fernandes

    Gostei.. ;)

    O menino tem muito jeito para escrever.. :p

    ***

     
  • At 8:03 da tarde, Blogger Vera Carvalho

    Olá de novo:)
    Ainda bem que existem pessoas como tu que dedicam um pedacinho do seu tempo para pensar nos outros.Este teu poema poderá ser uma força para muita gente.Infelizmente as nossas mãos não abrangem a milésima parte daquilo que gostariamos e os nossos apelos não são ouvidos por uma centésima parte, mas é sempre bom ajudar:)
    És um anjo de pessoa;)

     
  • At 3:05 da manhã, Anonymous A

    ai se eu estivesse mais perto... certamente me apaixonaria por você. volto depois, mas sempra anônima. qdo vc vier ao Brasil, quem sabe...

     
  • At 3:06 da manhã, Anonymous A

    ...periga vc não querer mais deixar de me amar

     
  • At 3:09 da manhã, Anonymous A

    e ainda é leonino.. ai, me mata, menino, me mata

     
  • At 11:01 da manhã, Anonymous Anónimo

    Ía comentar o post, mas depois de tamanha declaração que mais poderei dizer...
    uuuuuuiiiiiiiiiiiii

    bjs
    MDB

     
  • At 1:34 da tarde, Blogger Utzi

    Um poema lindo e carregado de esperança... :) Gostei.

    Beijinhos

     
  • At 4:35 da tarde, Anonymous raquelmoniz

    Mudaste do Wordpress para o blogspot?!

    Adorei o poema :-)

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>