quinta-feira, fevereiro 08, 2007
Palavras de dor, tristeza e confusão
No final de mais um dia, confesso às palavras a dor que sinto, a tristeza que me invade e a confusão em que vivo.
Perco-me nas letras que cuidadosamente se formam em palavras de dor, de tristeza e de confusão.
São guiadas por um espírito desesperado e ganham a vida de uma alma cheia de sofrimento e de desânimo. Não interessa a forma que ganham enquanto os dedos digitam cada carácter, apenas a voz que desesperadamente gritam quando se realiza uma leitura rápida.
Liberto nas palavras o ódio que sinto por mais momentos de fracasso numa vida que caminha calmamente para o abismo. Um abismo que se vai anunciando aos poucos e isso…bem, isso tortura-me, tira-me o sorriso do rosto bem como a força que me resta.
Diante das letras, arranco a dor que me invade, a tristeza que me acompanha e a confusão que habita em mim.
Digo-lhes o que penso e elas juntas dizem-me o estado em que se encontra a minha alma.
Sem saber o que “dizer”, sem saber o que escrever, escuto a chuva que cai no telhado, o barulho que o vento calmamente tende a mostrar e respirando fundo sinto no meu interior o desespero…a tentativa do meu espírito se soltar…se libertar…da espécie de corrente sombria que lhe acorrenta a um sentimento de desespero e angustia.
Cansado desta sensação, hoje resolvi colocar a dor, a tristeza e a confusão num “saco”. A este saco dei-lhe o nome de “esperança” e bem apertado pousei junto ao parapeito da janela…na esperança que o vento o leve…e o abra bem lá no ar…e que a brisa húmida espalhe cada pedacinho de dor, cada bocadinho de tristeza e cada restinho de confusão que eu resolvi deitar fora…e quando acordar me sentir livre, com força e com a sorte que infelizmente não quer nada comigo.
Perdido nas palavras de dor, de tristeza e de confusão vou deitar-me e sonhar com um momento melhor…momento esse que numa situação idêntica me faça perder em palavras de alegria, de bem-estar e de certeza que tudo está no trilho certo.
 
posted by João Filipe Ferreira at 2:06 da manhã | Permalink |


9 Comments:


  • At 2:52 da manhã, Blogger Daniele

    Meu tão Querido Amigo e Poeta João,

    Conjugou a dor, a tristeza e a confusão e colocou-as em um "saco", denominado esperança. Para tudo há um tempo, para doer, sangrar, sorrir, brindar. Mas o mais importante é que não importe o tempo, mas sim a beleza dos teus versos...

    Deixe-os fluír,
    Sem cessar...

    Lindooooooooo,
    Beijos,
    Dani

     
  • At 9:27 da manhã, Anonymous Sarita

    Sorriso lindo,

    Ontem foi um dia bastante difícil pra ti, mas eu tenho a certeza que vais ultrapassar isso....NÃO ÉS NENHUM FRACASSO (vais buscar cada ideia!)!! És lindo em todos os aspectos! Ás vezes a vida tem momentos menos fáceis, a vida também nos testa, e é nesses momentos que nos tornamos mais fortes....tu vais conseguir, tenho a certeza disso!
    Um beijinho grande, sorri...porque não há remédio melhor para afastar as tristezas!

    Um xi coração apertadinho!

     
  • At 9:53 da manhã, Blogger Lyra

    Toda a tua escrita é poesia! Linda a forma como expressas o que sentes.
    Que o amanhã de que falas te acorde com um sorriso e a coragem para enfrentar o desânimo que parece envolver-te.
    Bjos

     
  • At 10:25 da manhã, Blogger Mina

    Não podemos continuar a esconder aquilo que verdadeiramente sentimos. O resultado é muitas vezes assim, triste e nostalgico :)
    Adorei as tuas palavras... mesmo aqui, desabafar sabe bem ;)
    Bjs e anima-te!!!

     
  • At 2:35 da tarde, Blogger Zeca Paleca

    Olha lá pá: Tu não sabes que as coisas são mais complicadas do que gostaríamos porque, ao contrário do que muitas vezes pensamos, as pessoas são bastante complexas?
    Ai o Menino!
    Vamos lá a levantar esse ânimo, estás a ouvir pá?

    SMILE

    eheheheheheh

    Amanhã é um novo dia!

    eheheheh

     
  • At 9:22 da tarde, Blogger elsa nyny

    Olá!!

    Então ?? Isso anda assim! sabes, temos dias assim...
    Mas lembra-te sempre que depois da tempestade vem sempre a bonança!

    Muita força pa ti!

    :))

     
  • At 11:49 da manhã, Blogger Cris

    Por vezes a vida prega-nos umas quantas partidas... o meu pai diz que a vida é uma prostituta de luxo (embelezei a palavra por ele usada) faz-nos acreditar que nos ama, mas no fim cobra a factura.

    Mas há sempre maneira de dar a volta à coisa! sempre!

    Animo! E mantem esse teu sorriso lindo, feito de estrelas!

    BOM Wk

    Cris

     
  • At 7:50 da tarde, Blogger Vera Carvalho

    AHHH, então foste tu que lançaste o saco??!!Eu vi-o bem lá no alto a espalhar cada bocadinho, fugi e escondi-me para não que não me afectasse!Mas já sei quem é o responsável se essa tristeza se alastrar! Malandreco!hihihi
    Mas prometo que não digo a ninguém e um conselho "faz sempre isso"!
    ;)*

     
  • At 2:05 da manhã, Blogger Ao Sabor da Poesia

    Ah! meu amigo não desanime assim por momentos em que não são flores, temos que as vezes pisar em pedras também!!
    E depois de um bom descansa vai sentir como poderá pisar em teus pensamentos em pétalas de flores e seguir em frente mais animado e feliz
    Te gosto muito amigo!!!
    Beijinhos

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>