quinta-feira, junho 07, 2007
Ilusão
Afoguei-me numa mágoa imaginária…
Da minha dor fiz o meu refúgio…
Mas quando acordei nada mais me pareceu do que uma amargo pesadelo…
Porque na realidade é no teu aconchego que eu acordo…
Breve ilusão que me confundiu e feriu…
Mais uma página se vira,
Mais uma experiência que fica no meu baú de recordações…

Que não quero voltar a abrir,
Nem tão pouco quero voltar a sentir…
Ilusão distante da cor da realidade,
Que esbateu somente a sua tonalidade,
Não existe
Não tem razão de existir…
Não quer existir…
E do baú jamais irá sair.

escrito por joao filipe ferreira e cidalia oliveira (cii), para o 8º concurso de poesia de www.luso-poemas.net
 
posted by João Filipe Ferreira at 7:34 da tarde | Permalink |


4 Comments:


  • At 7:56 da tarde, Blogger ci

    bem giro...:)

    beijos incomuns da ci

     
  • At 10:26 da tarde, Blogger Ana S.

    Oiii!
    Bonito poema.
    O baú de recordações é repleto de bons e maus momentos mas o importante é valorizar os positivos.
    Beijos

    P.S- És a primeira pessoa a falar no fundo do blog. Parece que a imagem do titulo dá mais na vista lool

     
  • At 8:22 da manhã, Blogger *Telma*

    Do pouco que li, só posso dizer que me tocou bastante... Em breve voltarei com mais calma pra ler, até porque adoro poesia e aqui estão grandes momentos de leitura! Até breve

     
  • At 11:39 da manhã, Blogger sónia

    parabéns aos dois! poema lindo! :)




    beijos e bom fim de semana!

     


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>