quarta-feira, junho 06, 2007
Noites Sem Ti

Perco-me no silencio,
Da noite sem ti!
Procuro na cama,
Mas vejo o vazio,
Então lembro-me
O quanto gosto de ti!
Como alguém que ama!

Um búzio,
Quando o oiço,
Lembro-me do mar.
Mas pergunto ao mar
Gostas de mim,
Nas noites que passas
Sem mim?
Mas apenas obtenho,
Um silêncio, perturbador!

O coração em mim treme
A minha alma desespera…
O sangue corre devagar…
O pensamento mergulha em interrogações,
Para as quais não encontro resposta.
Continuo perdido,
Continuo sem sentido…
Continuo sem ti…

Perco-me à janela
Suspirando que o vento me traga de novo
O teu cheiro,
O som do timbre da tua voz,
O calor de um abraço teu…
E que para longe me leve,
A dor da tua ausência,
A ansiedade de te encontrar…
O tempo que nos continua a separar…

Sei que tudo isto será brevemente passado,
Será apenas mais um momento ultrapassado.
Sei que o que sinto,
Vive na mesma intensidade dentro de ti…
E sei que quando estiver diante de ti
Verei nos teus olhos
Que me amas,
E sabendo isso irei me perder na noite…

Sem medo de amar!
E capaz de tudo enfrentar!!


Escrito por mim e pelo Bruno. (Dueto escrito para participar no 8º concurso no www.LUSO-POEMAS.net
=)


 
posted by João Filipe Ferreira at 9:49 da tarde | Permalink |


0 Comments:




// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>