sexta-feira, setembro 25, 2009
Pérola Azul



Pérola azul

Cintilante como sempre imaginei,

De magia inigualável,

Com a qual me enfeiticei.

Percorri mil e um sonhos imagináveis

Corri por prados alegres e com vida,

Fui tudo o que jamais pensei ser,

Até fui capaz de esquecer esta vida sofrida.

Desenhei rabiscos de alegria,

Saltei de emoção,

Fui tudo mesmo não sendo nada,

Falei pela boca, falei pelo coração.

A lua?

Sorria todos os dias para mim,

Senti-me especial,

Como nunca me tinha sentido assim.

Fui dono e senhor da fantasia,

Malabarista da felicidade,

Guiado pela emoção,

Incapaz de perceber a realidade.

Pérola azul

Que perdi sem nunca ter,

Não tive hipóteses de te agarrar

E hoje somente contigo posso sonhar.

Ver-te ao longe a sorrir,

Com um brilho só teu,

Capaz de fazer inveja à lua,

Capaz de iluminar o céu.

 
posted by João Filipe Ferreira at 5:04 da tarde | Permalink | 1 comments
terça-feira, setembro 22, 2009
Quem sou eu Afinal?
Quem sou eu?

Procuro respostas dentro de mim…e a resposta é sempre a mesma, quem sou eu?

De olhos abertos vou andando por uma vida vazia e cada vez mais distante do verdadeiro significado de vida, escondo-me do sol, da luz, dos ventos, de forma a que seja esquecido, ignorado e jamais lembrado que um ser com as minhas características existe.

Um dia sonhei ter asas, sonhei voar, agarrar cada sonho meu, que estava a “navegar”pelo ar e traze-lo até mim…era capaz de o fazer, não sabia o que seria o amanhã mas tinha vontade de o conhecer e de o moldar ao meu gosto. Hoje….bem hoje, sinto-me o oposto, perdi essa capacidade que tinha dentro de mim e deparo-me com uma realidade sombria, vazia e sem raios de luz.

Quem sou eu afinal?

Caminho por caminhos que me magoam, que me fazem ver que afinal não sou nada perante tudo. Olho para o lado e vejo mil e um sorriso de satisfação, mil e uma alegria para o que têm! E…era apenas o tudo que eu queria e que me deixaria sentir o que é estar vivo.

Mergulho-me em dias de desilusão, em dias de desespero e continuo a perguntar-me,

Quem sou eu afinal?

Sou apenas tudo o que não queria ser.

 
posted by João Filipe Ferreira at 4:41 da tarde | Permalink | 2 comments


// --> Add to Technorati Favorites site statistics
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////-->
www.e-referrer.com
>